4-0-3
 
 
Página Inicial  

Pesquisar pelo Site:

Oriente-se
Empresas
Imóveis
Turismo
 
 



 

Líder de mercado entre as administradoras independentes, Disal cresce com atendimento de qualidade

por Vicente Teixeira


Entrevista com a diretora de Vendas e Marketing da Disal Consórcio, Luciana Precaro

“O consumidor hoje está mais consciente da necessidade de avaliar suas finanças pessoais”.

“Continuamos crescendo em número de novas cotas. Em 2017 tivemos crescimento de 10% em volume de créditos comercializados e, em média, contemplamos aproximadamente 5 mil consorciados por mês”, afirma a diretora de Vendas e Marketing da Disal Consórcio, Luciana Precaro.

Ao destacar o resultado positivo, Luciana demonstra que os negócios da Disal não foram afetados pela crise. O foco da administradora “é em veículos leves, mas estamos sempre atenta a outras opções. Nosso objetivo é oferecer os melhores produtos e serviços, buscando sempre a satisfação do consumidor, com ética, respeito e atendimento de qualidade”, salienta.

Luciana diz que “o setor de consórcio conquistou espaço nos últimos anos com resultados positivos e evolução continua, o que demonstra que os consumidores confiam no sistema de compra planejada”.

Ela também explica que “neste contexto, como líder de mercado entre as administradoras independentes e terceiro lugar no ranking geral, conforme dados do Banco Central, a Disal vem se aprimorando para prestar um atendimento de qualidade aos consorciados”.

Luciana deixa claro que “o consumidor hoje está mais consciente da necessidade de avaliar suas finanças pessoais”.

Acompanhe a íntegra da sua entrevista feita por escrito na série que o Vida Econômica realiza com as administradoras de consórcio.

1 - Para começar, qual o balanço que faz do segmento de consórcios como um todo nos últimos anos?

O segmento de consórcios mostrou sua importância e ganhou espaço nos últimos anos com resultados positivos e evolução contínua, o que demonstra que os consumidores confiam no sistema de compra planejada. A perspectiva do setor, segundo dados da Abac, é que haja crescimento de 15% este ano.

2 - A grave crise econômica em curso e o desemprego reduziram os negócios e elevaram a inadimplência dos grupos de consórcio?

Nossos negócios não foram afetados, continuamos crescendo em número de novas cotas. Em 2017 tivemos crescimento de 10% em volume de créditos comercializados e, em média, contemplamos aproximadamente 5 mil consorciados por mês.

3 – Nesse cenário, o que a Disal Administradora de Consórcio realizou de novo aos seus consorciados em 2017?

Procuramos lançar planos que melhor se adaptem às necessidades dos nossos clientes, com condições especiais, com redução de taxa de administração para o Polo, no período de lançamento e pré-venda. Nosso objetivo é oferecer os melhores produtos e serviços, buscando sempre a satisfação do consumidor, com ética, respeito e atendimento de qualidade.

4 – Quais os segmentos de consórcio que a Disal atua?

Nosso foco é em veículos leves, mas estamos sempre atentos a outras opções.

5 - Quantos grupos de consórcios têm atualmente? Como eles funcionam?

Temos mais de 520 grupos ativos e uma carteira de 200 mil cotas ativas. Hoje temos três planos disponíveis: 60 meses com 600 participantes, 80 meses com 320 participantes e 80 meses com 800 participantes.

Os consorciados podem escolher entre pagar a parcela integral (correspondente a 100% do crédito) ou parcela reduzida (reduzida em 25% até a contemplação).

6 – Na sua avaliação, o consumidor hoje está mais consciente da importância da educação financeira no planejamento das suas finanças pessoais?

O consumidor hoje está mais consciente da necessidade de avaliar suas finanças pessoais e as melhores condições antes de comprar. Assim, aquela compra por impulso perdeu espaço para o planejamento. Ele planeja seus objetivos, analisando questões como custo, prazos e valor das parcelas, de maneira que seja compatível ao orçamento familiar. O consórcio então se torna uma alternativa atraente, pelas vantagens que apresenta, como financiamento total do valor, sem juros e sem a necessidade de juntar uma quantia para dar de entrada.

7 - Nesse sentido, consórcio tem sido beneficiado com a evolução da mudança no comportamento do consumidor?

Sim, o crescimento constante da modalidade comprova que os consumidores estão buscando o consórcio como forma de adquirir bens e serviços, programando os investimentos e a aquisição de bens.

8 – O que gostaria de acrescentar como relevante para o setor e o mercado?

O consórcio mostrou a sua força nos últimos anos, atraindo a atenção dos consumidores e também do setor automotivo, como oportunidade de negócio que contribui para as vendas de veículos e para o aumento da rentabilidade.

Neste contexto, como líder de mercado entre as administradoras independentes e terceiro lugar no ranking geral, conforme dados do Banco Central, a Disal vem se aprimorando para prestar um atendimento de qualidade aos consorciados, de maneira que cada vez mais brasileiros conquistem o carro novo por meio da modalidade, assim como para atender às necessidades das revendas, como parceria de negócios.

Hoje o consórcio já tem potencial participação nas vendas de veículos de 28,9% no segmento de veículos leves, oportunidade que atrai cada vez mais concessionários.

28.02.18 17:04

Outras Notícias:  
22.10.18 10:57 Mercado financeiro projeta inflação em 4,44% para este ano
22.10.18 10:54 PIB cresce 1,6% no trimestre encerrado em agosto
22.10.18 10:48 Ministra rebate Eduardo Bolsonaro e diz que i...
22.10.18 10:40 Polícia Federal abriu 469 inquéritos para inv...
21.10.18 12:47 Bolsonaro e Haddad adotam novo estilo a uma s...
19.10.18 21:01 Bolsonaro e filhos reagem às denúncias de fak...
19.10.18 09:36 Pagamento do 13º salário injeta R$ 211,2 bilhões na economia
19.10.18 09:34 Datafolha: Bolsonaro tem 59% dos votos válido...
19.10.18 09:27 Bolsonaro não vai participar de debates com Haddad
19.10.18 09:21 PT pede para TSE declarar inelegibilidade de ...
 
Anterior [1/1106] Próximo
Copyright © Vida Econômica - É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Power by Sistema agencianaweb.com.br