4-0-3
 
 
Página Inicial  

Pesquisar pelo Site:

Oriente-se
Empresas
Imóveis
Turismo
 
 



 

As vendas de consórcios atingiram o terceiro melhor resultado total do ano em novembro


"Os resultados positivos confirmam que o comportamento do consumidor foi responsável pela tendência crescente nos primeiros onze meses deste ano, em relação ao mesmo período de 2015”.

Negócios com seminovos, utilizando créditos de consórcios, aumentam quase 135% em seis anos

Com foco na cidadania financeira do brasileiro, ABAC apoia agenda do Banco Central para 2017

Com resultados mensais apontando forte recuperação no segundo semestre, as vendas de consórcios em novembro chegaram ao terceiro melhor total mensal do ano, segundo a assessoria econômica da ABAC Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios.

Com mais 219 mil adesões em novembro, o balanço do Sistema de Consórcios registrou acumulado anual de 2,04 milhões de novas cotas comercializadas nos onze primeiros meses, 5,1% abaixo do mesmo período em 2015 quando totalizou 2,15 milhões.


Os dados registraram retrações em outros indicadores. O volume de participantes ativos com 6,92 milhões ficou 2,9% inferior aos 7,13 milhões do mesmo mês do ano passado. A soma das contemplações, de janeiro a novembro, que atingiu 1,18 milhão, foi 8,5% menor que as 1,29 milhão, de iguais meses de 2015.

Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da ABAC, comentou que "tem-se observado um comportamento cada vez mais consciente dos consumidores, interessados em adquirir bens ou contratar serviços por meio dos consórcios, especialmente de maio de 2016 para cá, apesar da crise econômica".

Para confirmar a opinião de Rossi, em análise comparativa, a somatória das vendas nos meses de julho a novembro de 2016 apresentou 1,03 milhão de adesões, enquanto em período análogo no ano passado, chegou a 991,5 mil, crescendo 3,9%.


"Os resultados positivos confirmam que o comportamento do consumidor foi responsável pela tendência crescente nos primeiros onze meses deste ano, em relação ao mesmo período de 2015. Com mais conhecimento da essência da educação financeira, ele tem controlado melhor suas finanças pessoais e planejado o futuro, consorciando patrimônio e buscando qualidade de vida por meio do consórcio, consciente de estar poupando com objetivo definido", complementa o presidente executivo da ABAC.

O total de negócios no segmento anotou R$ 74 bilhões em créditos comercializados de janeiro a novembro último, 7,2% menor que os R$ 79,74 bilhões de 2015. Também nos créditos concedidos, houve queda de 2,3%, retraindo-se de R$ 36,86 bilhões (jan-nov/2015) para R$ 36,01 bilhões (jan-nov/2016).

Negócios com seminovos aumentam quase 135%

A crise econômica, registrada nos últimos anos, provocou a mudança de comportamento do consorciado na utilização das cartas de crédito, por ocasião da contemplação.

Dados da Cetip apontam opção pela aquisição do carro seminovo. Da média mensal de 10,4 mil veículos adquiridos em 2011, a partir do crédito da modalidade, houve aumento de 134,6%, chegando a 2016 em 24,4 mil unidades por mês. Em contrapartida, veículos novos apresentou retração de 18,1%, no mesmo período.


A maior demanda pelos usados ou seminovos ocorreu na região Norte, onde se constatou crescimento de 196% nos seis anos. Na sequência, com 192%, ficou a região Nordeste. Os estados formadores do Centro-Oeste e Sudeste atingiram alta de 147% e 144%, respectivamente. A região Sul pontuou em 73%.

Só em 2016, praticamente 30% dos veículos leves emplacados, alienados aos consórcios, foram para o Norte e Nordeste, regiões nas quais houve grande demanda por financiamentos, enquanto em 2011 o porcentual era de 23%.

A média mensal dos negócios, com a utilização de créditos de consórcios para aquisição de veículos leves novos e seminovos ou usados, cresceu 57,9% em seis anos. Enquanto em 2011 eram vendidos 20,9 mil carros por mês, em 2016 a média mensal saltou para 33 mil.

Ao analisar as informações, Rossi comentou que "os consorciados estão levando em consideração preço mais em conta, bom estado de conservação e características de conforto superiores, quando da aquisição do veículo seminovo. Os prazos longos para pagamento, baixo custo, ampla liberdade e flexibilidade conferidas aos consumidores são fatores motivadores para a adesão ao Sistema de Consórcios, que exerce papel importante no controle das finanças pessoais e planejamento do futuro".

Apoio à agenda de cidadania financeira

Lado a lado com o Banco Central, a ABAC registrou seu apoio às ações estabelecidas, após análise prévia da agenda divulgada pela instituição para o ano de 2017, cujo foco está na cidadania financeira do brasileiro.

Ao objetivar a ampliação do conhecimento da educação financeira, a Entidade, além de concordar com seu conteúdo, relembra que consórcio é um mecanismo de autofinaciamento de referência e de realização para aqueles que planejam e controlam suas finanças pessoais.

"A ABAC, por meio de suas iniciativas, continuará atuando fortemente na propagação de informações sobre o funcionamento dos consórcios, possibilitando mais conhecimento e tomada de decisões financeiras mais conscientes pelo consumidor", diz Rossi.

A Associação, que completa 50 anos de atividades neste ano, reitera sua missão de representar e desenvolver o Sistema de Consórcios, atuando junto a órgãos públicos, mídia, consumidores e parceiros, capacitando seus associados, e colaborando para seu constante aprimoramento e expansão.

19.01.17 13:07

Outras Notícias:  
22.09.17 16:02 Técnicos dizem que conectar empresas com indú...
22.09.17 15:59 Empresários da indústria estão mais confiantes, diz CNI
22.09.17 15:51 STF decide enviar denúncia sobre Temer à Câmara
21.09.17 12:45 Prévia da inflação em setembro tem o menor re...
21.09.17 12:39 BC reduz projeção de inflação este ano para 3,2%
21.09.17 12:36 Expectativa de inflação dos brasileiros sobe ...
21.09.17 12:33 Maia diz que PMDB está tentando reduzir o cre...
20.09.17 16:44 São Paulo mantém melhor posição no ranking de...
20.09.17 16:35 Temer diz a investidores que Brasil é um dest...
20.09.17 16:31 Em Nova York, Meirelles diz que recessão acab...
 
Anterior [1/1040] Próximo
Copyright © Vida Econômica - É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Power by Sistema agencianaweb.com.br